A paisagem na política de ordenamento do território

A paisagem enquanto fator de identidade local, com funções culturais, ecológicas, ambientais, sociais e de aumento da resiliência do território e, potencial de desenvolvimento, tem sido considerada nas estratégias políticas, com destaque para a sua valorização promovendo a diversidade paisagística e (re)utilização sustentável.

A nível nacional, são de referir:

A nível local/municipal:

Com vista a contribuir para promover a integração da paisagem na política de ordenamento do território foi elaborado, em 2011, um documento de orientação - A Paisagem na Revisão dos Planos Diretores Municipais, Orientações para a Implementação da Convenção Europeia da paisagem no Âmbito Municipal - que enquadrou a paisagem no planeamento territorial, focando-se na escala dos Planos Diretores Municipais.

X